Seu papel é ficar de olho

Alteração em suas fezes
pode ser um sinal de alerta. 1

prevenção ao câncer colorretal

Falar de câncer pode parecer desagradável, mas conversar, de forma aberta, sobre esse assunto é um dos caminhos para se informar e aprender a se prevenir da doença.

Neste Mês de Prevenção e Conscientização do Câncer Colorretal (intestino), convidamos você a ficar de olho em alguns fatores que podem indicar como anda sua saúde intestinal.

Estamos aqui para ajudar você com orientações práticas. Seu papel, na intimidade do dia a dia, é manter-se atento(a) aos sinais, sintomas e fatores de risco.

Isso pode fazer toda a diferença!

Figura
Homem

O que é o
câncer colorretal? 2

É o câncer que se desenvolve no chamado INTESTINO GROSSO, que fica no final de nosso tubo digestivo, entre o intestino delgado e o ânus.
O INTESTINO GROSSO é dividido em cólon e reto, por isso o nome câncer colorretal.

O câncer colorretal (intestino)
afeta a saúde de milhares de pessoas no
Brasil todos os anos. 4

Mulher

Mulheres

  • Ícone 1 2º tipo mais comum
    perde somente para o câncer de mama
  • Ícone 2 + de 20.400 casos
    ao ano (estimativa 2020)
  • Ícone 3 3º em número de mortes
    atrás apenas do câncer de mama (1º) e pulmão (2º)
Mulher

Homens

  • Ícone 1 2º tipo mais comum
    perde somente para o câncer de próstata
  • Ícone 2 + de 20.500 casos
    ao ano (estimativa 2020)
  • Ícone 3 3º em número de mortes
    atrás apenas do câncer de pulmão (1º) e próstata (2º)
Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca)

Quanto antes a doença for descoberta e tratada,
maiores são as chances de cura. 5

Ícone Saúde

ATÉ 90% de CHANCE de CURA
ANTES
DE APRESENTAR SINTOMAS 5

50% de chance de cura
Quando Os sintomas são perceptíveis 5

Portanto, ficar de olho na saúde de seu intestino é muito importante

Todo mundo tem o mesmo risco de
desenvolver câncer colorretal?

As chances de uma pessoa desenvolver a doença tendem a ser maiores quando ela apresenta os chamados fatores de risco. Eles podem estar relacionados aos hábitos, estilo de vida e também a questões como histórico familiar e idade. 6

Principais fatores de risco para
câncer colorretal 6

Fatores comportamentais – Podem ser alterados, contribuindo para a prevenção.

sedentarismo
tabagismo
obesidade
Hábitos Alimentares
Alcoolismo

Fatores naturais ou familiares – Não podem ser modificados. 6

idade
histórico familiar
histórico de doença inflamatória intestinal
Vale lembrar! Apresentar um ou mais fatores de risco não quer dizer que a pessoa vá, necessariamente, desenvolver câncer. O importante é que ela se mantenha atenta e, de preferência, tenha acompanhamento médico adequado.6

Mantenha os olhos abertos para os sinais e sintomas! 1, 7, 8

Como estão suas idas ao banheiro? Saiba por que é importante prestar atenção nisso:

Mudanças nas características das fezes e no hábito intestinal estão entre os grandes sinais de alerta para o câncer colorretal.1

Ao notar algum destes sinais, procure
um(a) médico(a):

Presença de sangue nas fezes – Pode ser visto diretamente (sangue vivo) ou as fezes podem parecer mais escuras
Fezes que se tornam muito fInas e compridas
Oscilação do hábito intestinal – períodos de prisão de ventre intercalados com períodos de diarreia sem motivo aparente

Além daqueles relacionados às fezes, estes
sintomas também merecem atenção:

Sensação de fraqueza constante
Diagnóstico de anemia
Perda de peso sem causa aparente

Adaptado das referências 1, 7 e 8.